10 Fevereiro 2021

SEAT inicia hoje a produção do novo SEAT Leon TGI. Esta versão a gás natural junta-se à gama de motorizações existente do SEAT Leon, alargando a escolha disponível que inclui gasolina (TSI), diesel (TDI), mild-hybrid (eTSI), híbrido plug-in (e-HYBRID) e, agora, gás natural comprimido (TGI).

O novo SEAT Leon TGI é equipado com o motor de quatro cilindros 1.5 TGI, capaz de desenvolver 130CV (96kW) de potência e 200Nm de binário, garantindo uma experiência de condução tão envolvente e assertiva como se espera de um SEAT, independentemente da tecnologia que o propulsione.

Novo SEAT Leon TGI

Motor 1.5l TGI e 3 depósitos de gás natural comprimido: autonomia de GNC de 440km.

compacto Leon integra três depósitos de GNC com uma capacidade total líquida de 17.3kg, correspondendo a um alcance de 440km sem necessidade de reabastecimento. E mesmo que o pior aconteça, e se gastem os depósitos de GNC até ao fim, o sistema muda automaticamente para a alimentação a gasolina, assegurando a viagem até ao posto de abastecimento de GNC mais próximo. A gasolina é fornecida por um depósito adicional de 9 litros. No posto, o abastecimento é tão simples como em qualquer outro veículo da gama.

SEAT Leon TGI tem um consumo de combustível de apenas 3.9 kg a 4.3 kg de gás natural a cada 100 quilómetros, com somente 107 a 118 g/km de emissões de CO2 em ciclo WLTP. O novo motor 1.5 TGI montado no Leon recorre ao inovador ciclo de combustão Miller com elevada taxa de compressão de 12.5, de forma a melhorar a eficiência e a reduzir as emissões de CO2.

Um veículo a GNC reduz as emissões de CO2 em 25% comparativamente a uma versão a gasolina equivalente. Em termos ecológicos e de benefícios fiscais, a tecnologia de GNC proporciona uma impressionante redução do custo por quilómetro, até 50% abaixo dos valores de um modelo a gasolina equivalente e 30% inferior aos de um diesel.

SEAT está também a explorar o desenvolvimento e utilização do bio metano renovável, que neutraliza as emissões de CO2 geradas com a utilização do veículo. O bio metano de elevada qualidade é extraído de resíduos orgânicos e pode ser adicionado ao gás natural convencional ou usado na sua completa substituição. O bio metano combina a mobilidade amiga do ambiente com a economia circular, reduzindo ainda o impacto de CO2 do motor ao longo do seu ciclo de vida.

O novo SEAT Leon TGI ficará disponível em Portugal com os níveis de equipamento Style e FR, que, especificamente nesta motorização TGI, receberão, ambas, de série, o SEAT Digital Cockpit, uma estreia na gama do SEAT Leon TGI.

O Novo SEAT Leon TGI terá a variante de cinco portas e Sportstourer, com caixa manual e DSG

Desenhado, desenvolvido e produzido em Barcelona, na sede da SEAT, em Martorell, o SEAT Leon 1.5 TGI 130CV DSG entrou em produção esta semana. Nas próximas semanas, o SEAT Leon TGI ficará disponível para alguns mercados com caixa manual, e entrará também em produção com carroçaria Sportstourer.

SEAT Leon 1.5 TGI 130CV (96kW) - Ficha técnica

Motor 1.5 TGI 130CV (96kW)
Cilindros/Válvulas 4-cil - 16v
Cilindrada 1,498 cm³
Diâmetro e curso 74.5 x 85.9
Taxa de compressão 12.5
Binário máximo 200Nm
Velocidade máxima 203km/h
Consumo de gás natural 3.9 – 4.3 kg/100km (WLTP)
Emissões de CO2 107 – 118 g/km (WLTP)